Pedagogia

Mais do que ensinar para o futuro, educar para a vida.

A concepção do curso de Pedagogia da Faculdade de Balsas deu-se no intuito de formar profissionais capacitados e qualificados para a área educacional, suprindo uma notória necessidade e carência deste profissional na região de Balsas e no Estado do Maranhão, bem como fortalecer e elevar a qualidade do ensino básico que garantirá a melhor qualificação das pessoas.

O pedagogo deverá estar apto a enfrentar as contradições e dilemas do processo de ensino e da aprendizagem, para tanto, dominar as categorias, leis e princípios didáticos, por um lado, e, por outro lado, constituir-se como um gestor (diretor, administrador, orientador, supervisor), pesquisador e/ou assessor-consultor dos diversos processos docente-educativos dentro e fora do âmbito escolar.

Acredita-se que é pela educação de qualidade que se promove o desenvolvimento socioeconômico, cultural, nível de formação dos futuros professores. Desta forma, elevando a qualidade da Educação Básica e gerando um maior desenvolvimento pessoal e profissional.

Assim, o projeto do curso de Pedagogia contribuirá na formação de profissionais habilitados para o exercício pleno das atividades requeridas do profissional Pedagogo.

Denominação:
Licenciatura Plena em Pedagogia


Grau conferido:
Licenciado em Pedagogia (Pedagogo)


Duração do curso:
4 anos


Modalidade:
Presencial


Regime:
Seriado Semestral


Carga horária:
3.443 horas


Turno:
Noturno


Investimento:
R$ 526,24*
*Valor com desconto de 8% para pagamento até a data de vencimento, exceto matrícula.
As parcelas da semestralidade, subsequentes a primeira e até a última, poderão ter seu valor corrigido ou reajustado em conformidade com a legislação aplicável e no prazo por ela previsto.

Dentro de uma visão integradora de conteúdos, o curso de Pedagogia da Faculdade de Balsas definiu princípios orientadores da ação pedagógica do seu corpo docente, os seguintes objetivos específicos:

 

  • Formar profissionais dotados das qualidades necessárias para o exercício profissional da docência na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental; nos cursos de Ensino Médio, na modalidade Normal; em cursos de Educação Profissional e Educação Profissional Técnica de nível médio, na área de serviços e apoio escolar; bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos;
  • Formar profissionais licenciados em Pedagogia com as competências didático-pedagógicas, científico-tecnológicas, linguocomunicativas e socioculturais, aptos a exercer as funções de magistério na educação infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio, modalidade Normal, de Educação Profissional e Educação Profissional Técnica de nível médio, na área de serviços e apoio escolar e em outras áreas, na participação, organização e gestão de sistemas e instituições de ensino, em assessorias, coordenação e direção de trabalhos escolares e não escolares que envolvam o saber pedagógico, estabelecendo espaços de problematização, proposições e produções em intersecção com os estudos culturais e sociais contemporâneos da educação;
  • Fomentar o processo de construção de conhecimento através da extensão e da pesquisa a partir da análise das relações entre cultura, saber, poder e ética de trabalho do profissional da educação, atravessando o ensinar e o aprender pela inter e transdisciplinaridade, pela justiça curricular e pelo fortalecimento da escola democrática de qualidade para todos, em resposta aos constantes e profundos desafios da sociedade, em nível municipal e regional do sul maranhense, seguindo a cultura da responsabilidade colaborativa;
  • Prepará-los para enfrentar as contradições e dilemas do processo de ensino e da aprendizagem, para tanto, dominar as categorias, leis e princípios didáticos, por um lado, e, por outro lado, constituir-se como um gestor (diretor, administrador, orientador, supervisor), pesquisador e/ou assessor-consultor dos diversos processos docente-educativos dentro e fora do âmbito escolar.

Ementa:

Conceitos antropológicos básicos: cultura, etnocentrismo e relativismo cultural. A escola como espaço sociocultural. A questão da identidade étnica na sala de aula. Contribuições da antropologia para um trabalho pedagógico que valorize a diversidade étnico-cultural. Contribuições da pesquisa etnográfica no campo educacional. A educação brasileira no contexto da sociedade agro-exportadora. Organização escolar na consolidação do modelo urbano industrial e a ampliação de oportunidades. A educação e o desenvolvimento brasileiro após 1930. A organização do ensino e o contexto sócio-político após 1980 aos dias atuais. Inter-relação entre a Antropologia e a História da Educação.

Ementa:

Levantamento sobre produção textual e leitura, ampliação do vocabulário e noções terminológicas: antropologia, filosofia, etc. Orientações sobre a realização dos trabalhos acadêmicos: ensaios, artigos, resenhas, etc. Leitura e interpretação exegética. Normas do trabalho acadêmico (ABNT), português instrumental. Tipos de textos: transacionais, interacionais e literários. Prática na construção de textos transacionais (redação científica). Introdução à vida acadêmica no âmbito da Faculdade de Balsas.

Ementa:

Município Balsas e seu papel na região Gerais de Balsas. Origem e evolução do município. Educação e cultura da região. Principais características dos residentes de Balsas e municípios vizinhos. Sociolinguística da região. A economia regional: aspectos sociais, socioantropológicos dos habitantes da região. Papel da imigração no seu desenvolvimento socioeconômico.

Ementa:

Componentes do computador (hardware). Familiarização com uso da Internet. Noções de sistemas operacionais. Noções básicas dos editores de texto, planilhas eletrônicas e editores de apresentações.

Ementa:

Axiologia. Definição de valor. Tipos de valores. A educação em valores e formação do caráter. Família, escola e comunidade na formação de valores.

Ementa:

Concepção de saúde e nutrição e a relação com o desenvolvimento infantil, a aprendizagem e o movimento corporal. Paradigmas culturais da alimentação saudável. Paradigmas culturais de ambientes e atividades saudáveis e de prevenção de acidentes e de doenças. Primeiros socorros. Corpo e sexualidade na infância, juventude e vida adulta. Politicas públicas para a saúde. Estratégias de diagnóstico de saúde na comunidade. Saúde física e mental.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

Fundamentos Filosóficos e sociológicos da educação. Problemas da Filosofia da Educação. Correntes filosóficas modernas. A Filosofia da Educação Brasileira. Questões contemporâneas da Educação no processo de formação da cidadania. Sociologia, sociedade e educação; socialização, família e cultura; tendências teóricas do pensamento positivista. Funcionalista, estruturalista, histórico-crítico e crítico-reprodutivista e a sua influência na educação brasileira; Relação entre Estado, Educação e Sociedade; desigualdade e exclusão social e sua interferência na desigualdade e exclusão educacional; estudo sociológico da política educacional brasileira; análise sociológica do currículo e da escola.

Ementa:

A língua brasileira de sinais. Histórico da língua brasileira de sinais. Fundamentos legais. Parâmetros da língua de sinais. Noções de saudações, apresentação. Conversação. Vocabulário e gramática.

Ementa:

Ferramentas pedagógicas: mídias sociais, publicação de conteúdos, softwares educativos. Jogos Educacionais. Tópicos avançados em Editores de Textos, Planilhas Eletrônicas, Editores de Apresentações. Uso gerencial da tecnologia. Ética nas redes. Uso educativo das ferramentas.

Ementa:

Modalidade docente na Educação Infantil e anos iniciais do ensino fundamental. Criança de 0 a 3 anos: o cuidado e educação. Criança de 4 a 5: A dimensão lúdica na criança. Referenciais curriculares nacionais para a educação infantil. Proposta Pedagógica do Estado do Maranhão para a Educação Infantil. Organização curricular na educação infantil. Avaliação no contexto da educação infantil. Estudos e análise crítica da prática docente e da gestão dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Planejamento, docência e avaliação do processo de ensino nos anos iniciais do ensino fundamental. Como planejar as atividades para os diversos segmentos de 0-3, 4 e 5, 1, 2, 3, 4, e 5 ano do Ensino Fundamental.

Ementa:

O processo da pesquisa educacional. Bases epistemológicas e teórico-metodológicas da investigação educacional. Os métodos teóricos e práticas da pesquisa educacional. Aspectos para a elaboração, execução e relatório do projeto de pesquisa.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

O processo da pesquisa educacional. Bases epistemológicas e teórico-metodológicas da investigação educacional. Os métodos teóricos e práticas da pesquisa educacional. Aspectos para a elaboração, execução e relatório do projeto de pesquisa.

Ementa:

Fundamentos da Psicologia da educação. Processos básicos do comportamento. Psicologia da aprendizagem e psicologia do desenvolvimento visto e comparado desde as seguintes perspectivas psicológicas: estruturalismo, funcionalismo, behaviorismo, gestaltismo, humanismo, psicanálise, interacionismo, construtivismo, teoria de campo de Lewin. Problemas de aprendizagem.

Ementa:

Educação de jovens e adultos. Abordagem teórica multidimensional: histórica, política, social, filosófica, psicológica, com ênfase na dimensão pedagógica. Diretrizes para uma educação de jovens e adultos. Introdução à educação indígena, quilombola e do campo. Legislação específica. Currículo escolar e culturas.

Ementa:

A origem e evolução da didática como ciência. A construção do conhecimento didático: categorias, leis e princípios didáticos. A formação do professor e a didática enquanto seu objeto de estudo. . Didática e sua relação com a pedagogia, a psicologia, antropologia e a metodologia. A competência didática como aspecto cardinal da ética docente.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

A política social e o sistema nacional de educação. Noções básicas de economia para a gestão escolar. Política econômica e financiamento educacional. Relação pública e privada. A política socioeconômica brasileira: tendências recentes. Educação comparada desde a perspectiva política e socioeconômica.

Ementa:

Educação a Distância: conceitos e características. A Educação a Distância no contexto da sociedade do conhecimento. Histórico da Educação a Distância – Educação à distância no mundo e no Brasil. Aspectos legais da Educação a Distância. Tecnologias utilizadas em Educação à Distância. Docência: perfil do educador e tutoria em Educação à Distância. Didática e Educação à Distância. Aspectos sobre educação técnica e profissional. A relação da Educação à Distância com o ensino médio e superior.

Ementa:

Atividade curricular individual e obrigatória que abordará o tema Educação Infantil.

Ementa:

Dinâmica do ensino: como ensinar. Interações produtivas entre docentes e discentes. Aula: conceito, sistema e sua tipologia. Planejamento didático: plano de ensino (programa da disciplina), plano de projetos de trabalho, plano de rede temática e plano de temas culturais.  Componentes didáticos da aula dialógica com base em Paulo Freire; da aula pela problematização e pela pesquisa.  Prática pedagógica (forma docente, método ou técnica de ensino, e recurso didático); e documentação pedagógica da aprendizagem Avaliação emancipatória (revisão, supervisão e avaliação da aprendizagem). Relação entre autoria de pensamento, aprendizado e desempenho discente.

Ementa:

Apreciação de expressões artísticas, suas linguagens e a análise estética. Realização de leitura de obras e imagens artísticas individuais e/ou coletivas e análises estéticas contextualizadas, nas linguagens da arte (música, artes visuais, dança, teatro e artes audiovisuais). Análise e compreensão dos diferentes processos da arte, com seus diferentes instrumentos de ordem material e ideal, como manifestações socioculturais e históricas.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

Desenvolvimento local. Movimentos sociais. Educação Popular na dimensão educativa dentro dos movimentos sociais, projetos sócio comunitários. Espaços de comunicação e informação. Educação comunitária. Trabalho comunitário. Inclusão Social. Educação familiar. Projetos que envolvam a escola, a família e a comunidade. Os Conselhos municipais de educação.

Ementa:

Conceitos e concepções de currículo. Teorias curriculares: histórico, fundamentos e condicionantes. Tendências curriculares na educação brasileira. Currículo: Políticas e Fundamentos Curriculares. Planejamento curricular: Plano, programa e projetos. Desenvolvimento e Avaliação curricular. Currículo e interdisciplinaridade. Estudo contextualizado dos parâmetros curriculares nacionais.

Ementa:

Breve introdução histórica da Matemática. Metodologia da matéria (métodos de como aprender a Matemática). Pedagogia de Projetos como alternativa para o ensino e a aprendizagem. O desenvolvimento dos conceitos matemáticos numa perspectiva construtivista. Didática da matemática (como ensiná-la) Como planejar aulas de matemática. Os Parâmetros Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular da Secretaria do Estado do Maranhão para o ensino da Matemática nas séries iniciais do ensino fundamental. Avaliação em matemática.

Ementa:

Alfabetização e letramento. Decifrar e interpretar. O método fônico e a teoria construtivista. A ortografia e a relação entre linguagem oral e linguagem escrita. Os problemas das cartilhas. Ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa como língua materna a partir de práticas de leitura, linguagem oral, produção escrita e conhecimentos linguísticos. Análise e produção de materiais didáticos e de propostas didático-metodológicas para o ensino do objeto linguístico e literário na educação infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Ementa:

Atividade curricular individual e obrigatória que abordará o tema Anos Iniciais.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

Fundamentos da gestão democrática dos sistemas de ensino e das escolas. Planejamento Educacional. Atuação do orientador, coordenador, diretor, supervisor e assessor educacional: áreas, atribuições e princípios éticos. Implementação democrática do projeto político-pedagógico da escola. Análise da sistemática de elaboração, aprovação e financiamento de projetos educacionais. Avaliação institucional.

Ementa:

Estudo dos elementos psicopedagógicos que norteiam o atendimento educacional ao educando com necessidades educativas especiais. A educação inclusiva. Papel da escola na integração social dos portadores de necessidades educativas especiais. As Diretrizes Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular da Secretaria do Estado do Maranhão para a Educação Especial.  Didática para as necessidades de ensino especial. Planejamento e Procedimentos didáticos em sala de aula.

Ementa:

Ciências da natureza: conteúdos e conceitos básicos. Ciências Naturais na sala de aula. O papel do professor das Ciências Naturais. Didática das Ciências Naturais. Como planejar as aulas. Conteúdos dos Parâmetros Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular da Secretaria do Estado do Maranhão para o ensino das ciências nas séries iniciais do ensino fundamental. Avaliação em Ciências.

Ementa:

Direito e educação. Retrospectiva da educação no Brasil. A Constituição Federal e o redimensionamento da educação básica no texto da atual LDB. A concepção de educação no conjunto das políticas públicas. Legislação educacional federal, estadual e municipal.

Ementa:

Atividade curricular individual e obrigatória que abordará o tema Gestão Escolar.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

Conteúdos e conceitos básicos de história. O papel do professor de História. Métodos para o ensino da história. Fontes: documentos, depoimentos, entrevistas. História oral na reconstituição da história local. Os Parâmetros Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular da Secretaria do Estado do Maranhão para o ensino da História nas séries iniciais do ensino fundamental. Avaliação em história.

Ementa:

Conteúdos e conceitos básicos de Geografia na sala de aula. Os pilares básicos da Geografia. O papel do professor de Geografia. Os Parâmetros Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular da Secretaria do Estado do Maranhão para o ensino da Geografia nos anos iniciais do ensino fundamental. A questão ambiental e o ensino de Geografia. Avaliação em Geografia.

Ementa:

Conteúdos e fundamentos metodológicos para o ensino de Educação Física. Recreação, jogos e ludicidade. Movimentos corporais na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental. Psicomotricidade relacional para a primeira infância. Matroginástica na Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental. Atividades pré-desportivas.

Ementa:

Culturas juvenis. Juventude e a relação com o saber. Metodologias do ensino: cultura para o pensar, as metáforas, a problematização e a aprendizagem pela pesquisa. Didática para componentes curriculares pedagógicos e para filosofia, psicologia e sociologia. Processos de animação sócio cultural, cooperativos e empreendedorismo. Projeto Político Pedagógico da escola de Ensino Médio.

Ementa:

Pedagogia Organizacional: conceitos, características e princípios. A relação entre educação e trabalho: princípios, fundamentos e organização no cotidiano da empresa. Desenvolvimento das relações interpessoais no interior da empresa. O pedagogo na empresa: desenvolvimento do potencial humano, o processo de treinamento e sua organização; participação em equipes multidisciplinares. Elaboração de projetos de desenvolvimento interno e sociais (de programas de responsabilidade social).

Ementa:

Atividade curricular individual e obrigatória que abordará o tema Gestão em Instituição Não Escolar.

Ementa:

Tópicos avançados da área da Pedagogia. O tema abordado pela disciplina será definido pelo Núcleo Docente Estruturante e aprovado pelo Colegiado do Curso.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Ementa:

Estudo sobre a função do pedagogo social. Relação da escola com as instituições não escolares. Metodologias para trabalhar com o povo, associações e movimentos sociais. Educação popular. Estudo dos princípios, das políticas e das práticas educativas não escolares para crianças, jovens e adultos, alternativas e/ou complementares à educação escolar, assim como sua análise crítica discutindo o caráter conservador, reformador ou transformador das diferentes experiências.

Ementa:

Atividade curricular individual e obrigatória que abordará outras áreas de interesse voltadas para o ensino que serão definidas pelo Núcleo Docente Estruturante em consonância com o Colegiado do Curso tais como ensino indígena, Educação de Jovens e Adultos – EJA, projetos para Organizações não escolares, para associações com diferentes focos (3ª Idade, câncer, ambientais, etc.) ou Projeto Socioeducativo.

Ementa:

Atividade de integração curricular que consiste na elaboração de um Trabalho Final de nível científico-tecnológico, abordando temas referentes ao curso.

Ementa:

Conteúdo de caráter dinâmico e optativo conforme rol de opções presentes no PPC.

Ementa:

Tópicos avançados da área da Pedagogia. O tema abordado pela disciplina será definido pelo Núcleo Docente Estruturante e aprovado pelo Colegiado do Curso.

Ementa:

Com base no Parecer CNE/CES n. 261/2006, compreende a integração e a socialização pessoal e profissional dos estudantes, que ocorre nos intervalos de 20 minutos por dia letivo (padrão da IES). A utilização dos intervalos como atividade acadêmica, além daquelas atividades que ocorrem em sala de aula, é uma prática consagrada na incorporação à hora escolar brasileira e se enraíza no próprio racionalismo pedagógico, fazendo parte da atividade educativa e formativa do aluno e do tempo de trabalho escolar efetivo, uma vez que, também nos intervalos, o aluno fica sobre a influência direta da Faculdade e do ambiente acadêmico institucional, no seu sentido amplo.

Maria Cecília de Melo Silva

Formação:

  • Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR;
  • Especialização em Pós Graduação Lato Sensu Em Língua Portuguesa  pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS;
  • Graduação em Letras: Português e Inglês  pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Jandaia do Sul, FAFIJAN;
  • Graduação em Pedagogia pela Faculdades Integradas Urubupungá.

Contato:

E-mail: coord.pedagogia@unibalsas.edu.br

Telefone: (99) 3542-5500

 

Nome Titulação Currículo Lattes
Camila Sousa da Silva Mestre Acessar
Cesar Augusto Danelli Júnior Especialista Acessar
Fábio Roberto Pillatt Mestre Acessar
Iolanda Gouveia Rovani Especialista Acessar
Járede Sousa Barros de Oliveira Especialista Acessar
João Emídio da Silva Especialista Acessar
Jociel Ferreira Costa Mestre Acessar
Libera Raquel Bazzan Pillatt Mestre Acessar
Márcia Lopes Cardoso Mestre Acessar
Maria Cecilia de Melo Silva Mestre Acessar
Maria Sônia Silva Guimarâes Especialista Acessar
Sérgio Nolêto Turibus Doutor Acessar
Walter Mendes Doutor Acessar