O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA COMO FERRAMENTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM

UMA EXPERIÊNCIA EM DUAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE FORTALEZA DOS NOGUEIRAS/MA

  • BRUNO ROBERTO SILVA DE MORAES Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • TATIANA DE SOUZA BARROS LIMA
  • GISÉLIA BRITO DOS SANTOS Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • PAULO DO NASCIMENTO SOUSA
  • BRENDA GONÇALVES PEREIRA RIBEIRO
  • CARLOS DE SALLES SOARES NETO Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • LUCIANO REIS COUTINHO Universidade Federal do Maranhão - UFMA
Palavras-chave: Educação, Tecnologia, Metodologia, Ensino

Resumo

Diante de um mundo cada vez mais globalizado e tecnológico, percebe-se a necessidade de ampliar as discussões sobre o uso de aparelhos celulares como ferramentas didático-pedagógicas. Considerando as possibilidades de inserção de tecnologias no âmbito escolar, este estudo mostra os resultados do uso do aparelho celular, bem como sua utilidade, vantagens e desafios em sala de aula. A pesquisa teve como instrumento de coleta de dados um questionário aplicado a professores, gestores e a alunos do nono ano do ensino fundamental de duas escolas municipais de Fortaleza dos Nogueiras - MA, com a finalidade de conhecer a situação em que as escolas se encontravam, quando confrontadas com propostas de utilização do aparelho celular como ferramenta pedagógica. A pesquisa mostra que a inserção do celular na prática educativa traz muitas vantagens, caso a aplicação ocorra de forma planejada e bem estruturada entre gestão, professor e alunos.

Biografia do Autor

TATIANA DE SOUZA BARROS LIMA

Especialista em Informática na Educação pelo Instituto Federal do Maranhão (2019). Professora da Rede Municipal de Ensino do Município de Balsas/MA.

GISÉLIA BRITO DOS SANTOS, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás (2013). Professora da Universidade Federal do Maranhão/Campus de Balsas. Diretora da UFMA Campus Balsas. Atua na área de leitura e produção textual, metodologia da pesquisa científica e de ciência, tecnologia e sociedade.

PAULO DO NASCIMENTO SOUSA

Doutorando em Educação pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Professor da UNIBALSAS. Mestre em Educação pela Estácio de Sá (2017). Especialista em Gestão Escola, MBA em Gestão de Pessoa. Bacharel em Administração e Licenciado em Pedagogia.

BRENDA GONÇALVES PEREIRA RIBEIRO

Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Pará (2014), Especialista em gestão de pessoas e em marketing pela Universidade Federal do Pará. Administradora formada pela Universidade Federal do Pará. Coaching em gestão comportamental financeira e auditora formada pela FEBRACIS. Atua como professora universitária e consultora financeira e educacional.

CARLOS DE SALLES SOARES NETO, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Doutor em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010). Professor associado da Universidade Federal do Maranhão onde atua como coordenador dos Laboratórios TeleMídia/MA e do LAWS (Laboratório de Sistemas Web Avançados). Pesquisador associado do Laboratório TeleMídia da PUC-Rio.

LUCIANO REIS COUTINHO, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Doutor em Ciências pelo programa de Engenharia Elétrica da Universidade de São Paulo (2009). Professor Associado II da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Inteligência Artificial Distribuída, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas multiagentes, sistemas inteligentes, aprendizagem de máquina e engenharia de software.

Publicado
2020-09-30
Seção
REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE DE BALSAS